5 destaques da Área Indie | BGS 2016

A BGS de 2016, que aconteceu dos dias 01 a 05 de setembro, trouxe grandes títulos muito conhecidos para serem apresentados e jogados nos stands dos expositores grandes. Mas não é só de Playstation, Xbox e jogos gringos que a maior feira de games da américa latina é feita!

Com um novo “lar” para o evento, o São Paulo Expo, a Área Indie, junto com todo o resto, ganhou um espaço muito maior para abrigar as desenvolvedoras e jogos made in Brazil! É sempre a área que mais curto em eventos de jogos, livros e HQs – é fantástico poder conversar com os expositores sobre o trabalho deles, vê-los apresentando suas ideias e correndo atrás de fazer o sonho e o projeto deles virar realidade. Essa paixão toda é sempre muito admirável e contagiante, e é por isso que vou falar um pouquinho no post de hoje sobre os cinco jogos indies que mais me chamaram a atenção na BGS, de acordo com meu gostinho ~dark~, haha! ;)

(o jogo Ressurgidos, um dos stands que mais chamava atenção na Área Indie!)

1. Colina: Legacy

Esse foi um dos que não conferi na hora porque já tinha gente no stand, achei que ia voltar no último dia, mas não consegui. Me arrependi demais, porque era um dos que eu mais estava curiosa para ver! Mas, durante minha pesquisa pós-BGS, vi que já tinham disponibilizado uma demo do jogo no site da Samurai, e fiquei pra lá de feliz, hehe! Mais feliz ainda fiquei quando joguei a demo. Quer dizer, feliz e desesperada já nos primeiros segundos da demo, hahaha!

Jogo bom é jogo que já começa com você pensando: “Eita, que mierda aconteceu aqui?”, e é assim que Colina já conquista: com o mistério da história, com a belezura do jogo, com a dublagem pra lá de bem feita e com aquele frio na barriga de andar por aquela casa medonha, cheia de barulhos bizarros!

O jogo lembra muito meus favoritos de terror, e principalmente o finado Silent Hills, P.T. Toda a experiência e exploração possuem um clima bem tenso, e todos os efeitos sonoros, puzzles e possíveis confrontos ajudam a deixar tudo ainda melhor! Adorei vários detalhes que foram muito bem pensados, como a disposição do inventário e PQP, o carregador de baterias. Ah, os segundos que corri loucamente atrás de uma tomada… Hahaha!

Adorei que o jogo não te trata como um mané, e é fácil de aprender os controles, e como se virar no jogo. A melhor coisa em um jogo é quando você vê que dá pra correr. E a pior é quando você acha aquela maldita chave que abre aquela maldita porta trancada, que agora vai abrir e com toda a certeza te fazer sofrer liberando todo o tipo de bichões ou mistérios que você preferia deixar trancados! :p Mas foi uma ótima demo, o jogo promete ser extremamente bem feito e estou muito, muito animada para o lançamento.

O pessoal da Samurai Games pretende lançar o game em 2017, por enquanto somente para Steam. Para conferir a demo e mais detalhes do jogo, clique aqui!

2. Homo Evolutis

O Evolutis já chamou minha atenção só pela pegada cyberpunk. E aí então vem a proposta do jogo, só pra deixar tudo ainda mais fascinante: a Poking Life Studio quer trazer para os jogadores uma experiência 2D onde eles tenham controle sobre os diálogos e ações personagens e os rumos da história, além de uma boa pitada de romance! Isso te lembra alguma coisa? Alguma coisa maravilhosa? Tipo… Life is Strange? Hehe, pois é, LiS é uma das inspirações para Evolutis, assim como Akira, Efeito Borboleta, games da Telltale, Resident Evil, entre outros. Me diz se não é pra ficar super empolgado com o que pode sair de uma mistura de ideias dessas?! A história dos personagens promete ser intensa, dando uma grande carga psicológica para todo o enredo. Tá curioso pra saber o que vem por aí?! EU TÔ! DEMAIS! Para acompanhar o desenvolvimento do jogo e novidades, siga a página da Poking Life Studio no Facebook!

A demo do jogo e a campanha no Kickstarter devem chegar por volta de fevereiro de 2017.

3. Until Dead

Until Dead, jogo exposto pela Monomyth Game Studio, tem tudo para ser meu novo vício mobile. O jogo se passa em 2022, onde uma doença perigosa e misteriosa transforma as pessoas em mortos-vivos esfomeados e prontos para atacar. Cabe ao Detetive John Mur, um dos poucos sobreviventes, investigar o que está acontecendo com o mundo nessa nova realidade trágica. A versão beta do jogo, apesar de curta, já deixa boas impressões. Adorei a forma como movimentamos o personagem pelo cenário, a interação com os objetos e a forma como temos que planejar os ataques para que John possa seguir seu caminho inteiro. Já deu para perceber que encontraremos puzzles pelo caminho, e teremos que prestar muita atenção ao ambiente a nossa volta para usá-lo a nosso favor! Achei a ideia e a execução ótimas, e espero que chegue logo o lançamento para descobrir as verdades junto com nosso detetive todo emburrado! :p

O lançamento do jogo está previsto para fevereiro de 2017. Para baixar a versão beta do game e conhecer mais sobre ele, clique aqui!

Screenshot_2016-09-12-22-08-47

Screenshot_2016-09-12-22-10-21

4. Ressurgidos

Existe zumbis em SP. Ou, pelo menos, eles vão existir quando Ressurgidos lançar, no estilo HQ que deixa a aventura ainda mais interessante!O jogo se passa no Brasil durante uma epidemia zumbizóide! O jogador terá que percorrer as cidades do nosso país para procurar por meios de sobreviver e abastecer seu acampamento com recursos. E, claro, como a maioria dos jogos que gosto, suas ações e decisões terão consequências que poderão afetar você e seu grupo! Tem tudo para ser um dos jogos mais divertidos para se jogar com os amigos, ainda mais com todas as experiências com redes sociais que eles pretendem colocar no jogo, fazendo com que haja personagens da sua lista de amigos que também joguem no seu próprio jogo, fora os modos do jogo, que pode ser jogado no modo história ou sobrevivência. E aí, quem dos seus contatos você salvaria, e quem deixaria levar aquela mordidinha de um zumbizão?! 

Foi muito legal ver a empolgação da equipe da Player 8 Games Studio que está fazendo o Ressurgidos nos explicar sobre o jogo e tudo o que pretendem colocar nele! A primeira coisa que chamou atenção foi a preocupação deles de fazer um stand bem temático, que ficou muito bacana! Clique aqui para ir para o site do jogo e conhecer mais sobre a história e a campanha no Kickante!

14195263_947449548697852_3470521712971405380_o

5. John’s Escape

Nossa história começa quando John, advogado e pai de família, é preso pela Organização Mundial Anti Terrorismo. Mas John não merecia ser preso. Foi tudo uma armação do Presidente da Organização, e agora John e o jogador terão que encarar puzzles e corredores vigiados por guardas com a ajuda de Jenny, a única que sabe de sua inocência e está disposta a ajudá-lo. John terá que escapar da prisão de segurança máxima no prédio da O.M.A.T para, quem sabe, poder provar sua inocência e rever seus filhos e sua esposa. Tenso, né não?!Parece até enredo de seriado! Pelo que pudemos conferir na BGS e pela nossa conversa com os criadores, a equipe da Six Visions tem muitos planos para o jogo, que deverá ter sua demo liberada para download no site do jogo em breve.

Para acompanhar mais notícias sobre o lançamento da demo e o desenvolvimento do game, clique aqui e visite o site da Six Visions!

 

Além dos jogos que coloquei nessa lista, com a temática de terror/suspense/sobrevivência, tem muita, mas muita coisa boa que o pessoal aqui do Brasil sabe fazer. Não só esses, mas muitos outros jogos mereciam ter mais destaque e apoio para serem feitos, pois possuem muito potencial.

Por isso, sempre que possível, procure apoiar os estúdios de games nacionais, deixando um pouco de pagar pau só pro que é gringo. Temos várias coisas boas por aqui, só esperando que você dê uma chance de conhecê-las! ;) Bora baixar umas demos, jogar e deixar o feedback pros criadores?! E que tal incentivar os projetos com doações nos financiamentos coletivos para que eles possam ter o moneymoneymoney necessário pra seguir com o sonho deles, e você ter um joguinho pra lá de bacanudo pra se divertir, hein?! ;)

Nerd: Evelyn Trippo

I just have a lot of feelings, e urgência em expressá-los. Aspirante à escritora e estudante deslumbrada de Letras - Tradução. Pára-raio de nerds, exploradora de prateleiras em sebos e uma orgulhosa crazy pet lady.

Share This Post On