Buscando o conhecimento No Meio De Nós

Fala Khalasar, beleza?

Não sei se já falei isso aqui mas eu amo Ufologia! Amo mesmo, de verdade! Desde criança eu sempre fui fascinado por filmes, documentários, entrevista, qualquer coisa que falasse sobre ovnis e extra-terrestres. Sou viciado em programas como “Alienígenas do Passado” (e confesso que dou boas risadas com vários temas abordados lá).

aliens

Acho que esse é um assunto que deveria ser levado a sério, nas devisas proporções, sem querer dizer que tudo o que acontece em nosso planeta utilizando a desculpa de intervenção de outras raças (nós somos capazes de de criar muita coisa boa e também de fazer muita merda).

Acredito que em a ciência “tradicional”, ufologia e todas as demais área de estudos que tentam explicar o porque estamos aqui, deveriam tentar dialogar mais do que tentar provar que são os donos da razão. Sei que é algo que chega a ser idiota de se desejar, já que não conseguimos fazer isso no nosso dia a dia, quem dirá em âmbitos mundiais.

De qualquer maneira, há alguns dias fiquei sabendo do lançamento do documentário “No Meio de Nós“. Além de de falar sobre a visão científica sobre a evolução do mundo, o documentário aborda a temática espiritualista (que eu respeito muito).

Independente da crença (espiritual e/ou científica) de cada um, “No Meio de Nós” passa uma mensagem muito positiva e válida a todas as pessoas: que devemos cada vez mais buscar pelo autoconhecimento!

bilu

Abordando temas delicados e que estão muito em evidência como, por exemplo, o crescimento de pessoas em depressão e do suicídio. É notório que o egocentrismo tomou conta do mundo, e que isso tem afastado as pessoas em um tempo tão conectado.

Porém, o documentário deixa uma mensagem positiva dizendo algo, a primeiro momento, piegas mas que se faz muito verdade: tudo piora antes de melhorar. É sempre mais escuro antes de amanhecer. A visão passada de que o toda essa transformação que estamos vivendo ao redor do mundo, pode significar algum tipo de “purificação” , é reconfortante e libertadora.

É muito bem abordado o preconceito sofrido pela “nova ciência”, assim como toda ideia revolucionária foi em sua época: a maioria dos gênios conhecidos hoje, foram refutados por seus colegas em seus tempos. Eles sentiam que havia algo de errado, de que estavam presos no “sistema”, assim como boa parte da população cada dia mais parece estar. Isto pode ser um sinal de mudança.

O documentário não se prende apenas à ideias dos entrevistados, mas demonstra através de documentos (do FBI por exemplo), que os próprios governos estão cada dia mais abertos a novas ideias.

Algumas coisinhas me incomodaram na execução, como por exemplo perceber que o ator que faz o papel de “anfitrião” está lendo o teleprompter e alguns depoimentos corridos, mas nada que me faça não gostar da produção. Pelo contrário, acho que vale a pena ser assistida com toda a atenção, para ser debatida e entendida e não somente aceita ou refutada. Um trabalho incrível da Pozati Filmes. Você pode ver o documentário completo abaixo:

Entre para o nosso grupo no Telegram
Participe de sorteios EXCLUSIVOS colocando seu e-mail abaixo:

Nerd: Carlos AVE César

EXAGERADO! Jogado aos seu pés, eu sou MESMO EXAGERADO! Filho único, egoísta, mimado e mal-humorado. Produtor de Eventos, Engenheiro de QA e butequeiro! Buscando CONHECIMENTO, com cachorro-quente e guaraná. Também sou a personificação da Vingança! Twitter: @ONovoNerd Facebook: http://www.facebook.com/carloscesarcarvalho

Share This Post On