Depois de 20 anos eles voltaram | T2 Trainspotting – crítica

E ai?! Como estão?

Por aqui tudo tranquilo! =)

Bom, em qualquer lista de filmes cult ele aparece, se você fez qualquer curso de cinema sabe que pelo menos uma vez ele é citado, enfim, Trainspotting é um filme que marcou a história do cinema, foi mega premiado e agora, depois de 20 anos, ele voltou.

Fomos convidados para a cabine de imprensa de T2 Trainspotting e eu já adianto que eu gostei muito.

Eu estava apreensiva, pois a galera da gringa estava meio que boicotando o filme, fizeram eventos e ninguém compareceu, ninguém estava falando muito sobre o filme, inclusive aqui no Brasil. Comecei a achar que era uma dessas sequências que nunca devem ser feitas, mas não! Eu me surpreendi felizmente.

t2-trainspotting

Preciso contar um pouco da história do primeiro filme e vou contar um big spoiler, então se você não viu Trainspotting ainda, pula para o próximo parágrafo. O longa de 1996, baseado em livro que leva o mesmo nome e que foi escrito por Irvine Welsh, conta a história de 4 amigos viciados em heroína que vivem no submundo da capital da Escócia. Eles tentam abandonar o vício, mas acabam falhando em todas as suas ações. Precisando de grana, um traficante oferece 16 mil libras para eles levem uma quantidade de droga bem considerável para outro país. O lance absurdo dá certo, mas Rentonum dos caras, o principal, é pelo olhar dele que conhecemos toda a trama- rouba seus companheiros e vai embora com todo dinheiro. Daí que nasce a traição!

T2 Trainspotting mostra muito mais que o retorno de Renton pra sua cidade natal, – ainda ficamos sabendo da trama por ele – o filme conta sobre como aqueles meninos viciados e trambiqueiros envelheceram. E como que alguns sentimentos, dores, traumas e rotinas não mudam nunca. Como no primeiro, o roteiro é incrível e muito triste. Apesar de tirar muitas risadas minhas e da galera que estava na cabine. A duração é um pouco maior do que o primeiro, mas é muito bem ocupada e trabalhada pela história. Tudo tem ritmo, cenas inusitadas, surpresas agradáveis e divertidas se você já conhece a primeira versão da obra. Sim, a continuação também é uma bela obra de arte.

T2

Apesar de ser uma película complementar e interligada com a sua anterior, quem nunca viu nada sobre o assunto vai entender tudo direitinho, há flashbacks que explicam e relembram esse hiato de 20 anos. Inclusive tem coisa que toca o coração de um jeitinho bem especial, sabe?! (Chorei de novo! Ando muito a flor da pele! Hahahahaha)

Agora vamos falar de uma coisa muito importante: trilha sonora. Trainspotting ganhou como uma das 5 melhores trilha sonoras de todos os tempo e o álbum dela, que foi lançado pela EMI Records (quem se recorda dos anos 90 sabe o quão impressionante é isso), foi um dos mais vendidos no mundo todo naquele ano. Isto tudo jamais se repetirá hoje em dia, e também não sei se esta nova trilha entraria pra uma lista top5 ou top 10 da Rolling Stone, mas que trilha sonora maravilhosa, minha gente! As escolhas continuam espetaculares e conversam tanto com as cenas. E tem algumas músicas que repetem sim. Pronto! Já falei demais.

Os jogos de câmera não podem ser inovadores como aquele que a gente viu e foi premiado em 1996, mas ele foi adaptado para os novos olhos que fazem cinema, mas tem muita brincadeira e contra-plongée.

Chega! Vão lá ver! Estes filme valem muito a pena, eles não só contam histórias, eles fazem história! =)

T2 Trainspotting estreia dia  23.

Não esqueça de se inscrever na nossa Mail List colocando seu e-mail abaixo!

Nerd: Natalia Contave

Natalia Contave, sou eu! A maluca com tatuagem de Harry Potter que ama cinema e literatura, e quando junta os dois, fica melhor ainda! Trabalho escrevendo, me divirto escrevendo, então, vamos fazer isso! Veremos uns filmes, leremos umas coisinhas e depois conto tudo por aqui! ;)

Share This Post On