Dica de anime 22 | Digimon Adventure

 

Falei na edição 20 sobre Digimon Tamers e hoje volto no tempo pra falar da primeira temporada do anime, Digimon Adventure, provavelmente a temporada de que todos se lembram, pois é a que passou lá no final da década de 90 na Globo com aquela horrorosa música da Angélica na abertura.

 

Digimon_post

 

Digimon Adventure conta a história de sete crianças (Tai, Matt, Sora, Izzy, Mimi, Joe e T.K.) que são transportados pra outro mundo (o digimundo, dãnn) e lá se unem a sete digimons para restaurar a paz no local. Esta primeira temporada do anime foi feita em 1999 na esteira de Pokemon e é provavelmente o anime mais famoso que surgiu dentre as muitas “cópias” dos monstrinhos de bolso.

Revi a série toda junto com o Antônio (meu irmãozinho de 7 anos) e ele adorou o desenho. E o mais surpreendente, eu adorei também. Digimon Adventure envelheceu muitíssimo bem! A animação até hoje se sustenta (apenas decaindo nos modelos 3D em algumas cenas de digitransformações), os personagens são bons, são crianças e se comportam como tal na maioria das vezes e vemos um bom desenvolvimento de alguns deles, principalmente da relação entre os irmãos Matt e T.K. e em Joe. O design dos digimons e suas evoluções é bem criativo (obviamente tem altos e baixos) e tende mais para o lado tecnológico, fugindo de sua grande inspiração, Pokemon, o que é acertado. A trama se desenvolve bem e tem uma pegada bem parecida com séries de tokusatsu, com os personagens agindo em grupo, com novos vilões mais poderosos sempre aparecendo e com os digimons ficando cada vez mais fortes e evoluídos. Existem alguns pontos baixos, obviamente, destaco principalmente a necessidade de mostrar sempre a animação da Digievolução, o que atravanca o ritmo dos episódios e fica chato e repetitivo. Mas os pontos altos mais do que compensam, recomendo para todo mundo ver (ou rever) a série, mas recomendo mais ainda pra quem tem filhos que apresente, as crianças vão adorar, acredite.

A série não está presente em nenhuma plataforma de streaming, o que é uma pena e dificulta um pouco a vida de quem quer ver, mas vale muito a pena, acreditem.

 

PS: Diferente da música ridícula da Angélica, Butterfly, abertura original do anime, é sensacional, escutem!

 

 

Dicas já Publicadas

Conheça a Crunchyroll

Dica de Anime 01 – Baby Steps

Dica de Anime 02 – Hitsugi no Chaika

Dica de Anime 03 – Suki-tte ii na yo (say I love you)

Dica de Anime 04 – Akame ga KILL!

Dica de Anime 05 – Mahouka Koukou no Rettousei

Dica de Anime 06 – Fate/Zero

Dica de Anime 07 – Onegai Teacher

Dica de Anime 08 – Bugaku Shoujo

Dica de Anime 09 – Tonari no Kaibutsu-kun

Dica de Anime 10 – Chuunibyou Demo Koi ga Shitai!

Dica de Anime 11 – Sword Art Online (1ª temporada)

Dica de Anime 12 – Toaru Hikuushi e no Koiuta

Dica de Anime 13 – Trinity Seven

Dica de Anime 14 – Great Teacher Onizuka (GTO)

Dica de Anime 15 – Magi: The Labyrinth of Magic

Dica de Anime 16 – Strike the Blood

Dica de Anime 17 – No Game No Life

Dica de Anime 18 – Charlotte

Dica de Anime 19 - Dungeon ni Deai wo Motomeru no wa Machigatteiru Darou ka (DanMachi)

Dica de Anime 20 – Digimon Tamers

Dica de Anime 21 – Kuroko no Basuke

Nerd: Arthur Malaspina

Arthur Malaspina é professor de português, nerd irrecuperável e humorista ocasional. Também não consegue se manter longe de discussões, seja na vida real, seja na internet. Tem opinião formada sobre praticamente tudo no mundo... mas não se preocupem, fica mais legal com o tempo. Co-proprietário do blog Han Atirou Primeiro (hanatirouprimeiro.blogspot.com.br). Twitter: @arthurskywalker

Share This Post On