Jogos de tabuleiro inspirando videogames!

Alguns anos após a grande guerra – o primeiro conflito mecanizado da história – as novas fronteiras da Europa ainda estão sendo redefinidas, os países começam a se reorganizar e juntar forças novamente. Os conflitos tornaram as pessoas receosas, os trabalhadores do campo estão acostumados já com os grandes Mechas patrulhando e dando uma sensação de segurança. Falsa sensação. A qualquer momento, guerreiros da União Rusviética podem surgir e um conflito entre a República da Polaina ou do Império Saxônico.

 

Iron_Harvest4

Walkers

iron_harvest1

e tigres siberianos! Genial né!

Criação do artista polonês Jakub Rózalski, essa realidade alternativa foi retratada em artes fantásticas.  Ele criou um mundo riquíssimo – uma realidade alternativa hoje chamada de 1920+. Essa criação é pano de fundo para um jogo RTS (estratégia em tempo real). Combina, né? Você no comando de uma nação onde vai entrar em combate com exércitos de outras nações. Colher recursos, criar exércitos, enviá-los para combater o inimigo. Arte fantástica, história criada, mecânica em desenvolvimento. Porém, antes de ser um videogame, ele é um jogo de tabuleiro belíssimo, ganhador de alguns prêmios internacionais.

Iron-Harvest3

A versão digital de Gunter, do Império Saxônico

scythe5

E a versão do jogo de tabuleiro com seus lobos.

 Um jogo de tabuleiro inspirando um videogame?!?!?!?

É. E eu achei o máximo isso.

Eu já vi versões digitais de jogos de tabuleiro – mas são essencialmente os mesmos jogos. Neste caso as mecânicas são diferentes, então eu acredito que seja a primeira vez que um jogo inspirou outra mídia. Assim como Hollywood vai buscar inspirações em outros lugares, a indústria do videogame está de olho em inspirações. E isso não é novidade, quem quer se aventurar em game design tem que conhecer mecânicas de jogos – e começa por jogos de tabuleiro.

 

 

Scythe

O jogo de tabuleiro em questão é o Scythe,

Iron_Harvest

e o videogame em questão é o Iron Harvest.

Não é de hoje que criadores de conteúdo buscam inspiração em outros lugares. A Marvel começou com gibis, hoje tem a maior franquia da história do cinema. Livros que servem de inspiração para filmes, filmes que dão origens a séries, e videogames que inspiram livros. O mundo nerd hoje está presente em várias mídias. Mas eu acho que é a primeira vez que vejo um jogo de tabuleiro inspirar um videogame. (Estou assumindo que não existe aquela coisa horrorosa inspirada em Batalha Naval…).

Rihanna

(não, isso não existe!)

Existe um celeiro de ideias nos jogos de tabuleiro. Temas fantásticos, mecânicas fantásticas para tudo quanto é tipo de gosto. O horror de Lovecraft, zumbis de todos os tipos, guerras espaciais, distopias de poder. Existe sim um boom na criação dos jogos de tabuleiro, nos seus temas e nas suas histórias. Esses temas são ricos, tanto que você se apaixona por eles. Mundos ricos cheios de história, e elas estão encantando pessoas - não vou me surpreender no próximo jogo de tabuleiro inspirando mais videogames, filmes, séries.

E você, conhece algum jogo analógico que daria um bom videogame? Escolha um, chame os amigos, vamos jogar alguma coisa!  ;)

Ah, obrigado ao amigo Tiago Ratto pela inspiração do tópico!

 

Nerd: Ricardo Kuma

Ricardo Kuma é um cara que sempre gostou de coisas nerds. Sempre gostou de jogar videogame e jogos de tabuleiro. Gosta tanto disso que já trabalhou (ou trabalha?) com jogos e brinquedos em um passado não muito distante. Acha que entende alguma coisa disso, mas na verdade só fala muito sobre as coisas e não deixa os outros falarem... Também adora HQs e livros - embora tenha que proteger ele dos três donos da casa que mandam nele e obrigam ele a passear duas vezes por dia. Ele também acha estranhíssimo escrever sobre ele mesmo.

Share This Post On