Magicka 2 – Abracadab…e morreu!

E A-Ê seus maguinhos e suas maguinhas, tudo belesma?

Nos jogos de RPG mais clássicos ou até nos mais atuais, com os elementos do gênero, sempre temos a classe mago ou seu equivalente que mexa com algum tipo de magia do seu universo. Junto com isso também temos aquele seu amigo (ou talvez você seja esse amigo) que diz que a classe é “apelona” que só bate de longe e em área, e que fica fácil jogar, bom, depois dele conhecer a série Magicka com certeza irá mudar de ideia.

Desenvolvido pela Pieces Interactive e distribuído pela Paradox Interactive no ano de 2015, Magicka 2 é um jogo de ação e aventura com elementos de RPG com visão isométrica, com MUITO desafios, inimigos e dificuldades, tudo que consagrou o primeiro game.

Seu personagem não tem nome. Na verdade, após uma guerra civil entre as facções de magos (causada por uma força maligna, infiltrada) a maioria veio a falecer e a magia ficou perdida por muito tempo. Então, um sábio prevê a nascimento de uma criança, que trará toda a magia de volta, sabendo disso um antigo professor da antiga academia dos magos convoca um aprendiz das antigas artes da magia (você) para ir em busca desta criança e a encontrá-la, antes que ela seja pega pelas forças do mal. Assim começa sua jornada por florestas, campos, vales congelados e praias inóspitas em busca da criança salvadora! O enredo é clichê? Sim, totalmente, mas é proposital; ele brinca com todos os clichês das histórias de RPG e magos fazendo piadas sarcásticas a todo momento, o número de easter eggs (também conhecido como ‘surpresas escondidas’ que contem referências) é imenso, os caçadores de plantão passarão muito tempo procurando-as!

magicka_2-_solo

Se correr o bicho pega…

O gráfico do jogo é bem bonito e “cartunizado”, sendo até meio pesado, as trilhas sonoras são bem empolgantes e remetem ao estilo medieval, juntamente com a ambientação dos cenários, lembrando ainda mais uma aventura clássica de RPG. Mas é claro que o ponto alto de Magicka é sua mecânica de “casting”  das magias.

Para quem não jogou o primeiro fica aqui uma rápida explicação, no game não temos sistema de níveis ou coisas do tipo, as magias já são sabidas pelo personagem, essas magias são disparadas utilizando os elementos naturais do jogo - que são 8 no total, como por exemplo, fogo, água, terra, gelo e etc - o que determina a magia que saíra depende da ordem em que o elemento é invocado” e dá forma que você vai dispará-la - temos 4 formas, em raio para frente, em área, encantando a arma ou em nós mesmo - criando um leque enorme e vasto de magias diferentes que podem ser utilizadas, isto pode ser muito bom ou muito ruim depende da memória do mago em questão! 

Mesmo tendo essa variedade enorme de magias ao seu dispor, o jogo não é fácil, principalmente se você joga sozinho. As hordas de inimigos são enormes, em ambientes cada vez piores - lugares estreitos como pontes ou passadiços, ilhas, lugares com bombas próximas - lembrando que seu personagem morre com uma facilidade ABSURDA, sério, o jogo chega a ser frustrante em certos momentos.

Contando com um multiplayer local e online  também, você pode optar por tentar passar as partes mais estressantes com seus amigos - ou criando/entrando em jogos privados com outros jogadores - mas cuidado, pois a estratégia de facilitar o jogo chamando aliados pode sair pela culatra, pois Magicka 2 (assim como seu antecessor) conta com “friendly fire” ou o famigerado fogo amigo, então o que era para facilitar e ser uma diversão entre amigos pode acabar virando uma confusão de magias sendo jogadas sem coordenação alguma resultando na morte do grupo todo! 

mult_magicka_2

Tente achar os personagens

Mais um elemento de RPG  que se faz presente é a customização do personagem, mesmo ela sendo bem pequena, roupas, cajados e armas podem ser alterados e estes alteram a gameplay adicionando status positivos e negativos ao seu personagem.

 

Pontos positivos:

  • Fator replay alto
  • Número de magias extremamente alto
  • Multiplayer com os amigos divertidíssimo

Pontos negativos:

  • Controles um pouco confusos
  • Mira lente e movimentação um pouco estranha (personagem parece deslizar)
  • Mesmo sendo divertido com os amigos o multiplayer tende a virar um caos caso não haja comunicação
  • Dificuldade amarga às vezes.

Magicka 2 traz os mesmos elementos que consagraram seu antecessor, que são os números surreais de combinações de magias que se podem ser utilizados, somados a belos gráficos, músicas empolgantes e multiplayer super engraçado, é uma ótima pedida para jogadores mais hardcores, afinal, a dificuldade e a jogabilidade um pouco estranha pode acabar afastando jogadores mais casuais.

Essa análise foi possível através de uma parceria da Nuuvem com o Novo Nerd.

 

Não esqueça de se inscrever na nossa Mail List colocando seu e-mail abaixo!

Nerd: Leandro

Padawan de jornalista, 25 primaveras e acredita que todas as Tekpix são na verdade Decepticons à espera de uma ordem da Skynet para acabar conosco!

Share This Post On