Netflix cada vez mais tradicional: o cancelamento de séries e a falta de respeito com o público

Fala Khalasar, beleza?

Eu poderia dizer que por aqui não está tão beleza assim. Há pouco fomos “presenteados” com a notícia de que a Netflix cancelou a série Sense8.

Eu evitei falar do assunto por muito tempo, até porque eu SEI e ENTENDO que no fim, tudo o que as empresas visam é o lucro. E mais que isso, eu concordo. Nenhuma empresa se mantêm se não tiver lucro. Simples e objetivo assim.

E não é de hoje que as produtoras cancelam séries, assim, do nada, sem ao menos pensar no público. Isso sempre me irritou, mas o que podíamos fazer não é mesmo?

Mas de uns anos pra cá, surgiu uma tal Netflix que mudou não só jeito de entregar conteúdo, mas de produzir e de se relacionar com o público. É por isso que ao ler que MAIS UMA de suas séries está sendo cancelada, machuca.

Sério mesmo, eu me senti traído. Eu realmente vejo a Netflix como um ponto fora da curva, uma empresa que tem visão e sabe muito bem tirar proveito das melhores oportunidades. Eles não mandam somente em ações de marketing, usando situações da vida real para promover seus produtos, mas realmente entendem  o conceito da era que estamos vivendo.

É por isso que ao tomaram decisões como uma “produtora tradicional” o faria, decepciona.

fucking kidding

Pra mim começou com Marco Polo, que é simplesmente uma das melhores produções já feitas! Eu já cansei de dizer que é uma das 2 únicas séries que considero que não tenha NENHUM capítulo ruim ou de enrolação, ao lado de Battlestar Galactica. Eu não falo isso nem mesmo de Game Of Thrones (a qual nem preciso explicar o meu amor).

A produção de Marco Polo era impecável! Enredo, atuações, fotográfica, trilha sonora. Sim, eu sei que não é uma série que atingiu tanta gente, mas aí entra a questão: talvez por culpa da própria Netflix que não investiu tanto em sua divulgação quanto em outras séries “menores”? Pra dizer que não houve investimento em divulgação, me lembro apenas do estande da série na CCXP 2014. Mas não me lembro de ver outras ações massivas em comparação com Hemlock Grove por exemplo (que é uma bela porcaria, e mesmo assim teve uma temporada para finalizar a história).

Enfim, Marco Polo, foi cancelada e bola pra frente. Apesar de tudo, como iniciei esse texto, entendi que a produção era muito cara para ser produzida e provavelmente não tinha o público suficiente para se manter.

Há uns dias saiu a notícia do cancelamento de The Get Down. Eu não vi a série, mas ouvi muita gente falando bem sobre o que foi criado. E novamente muitas pessoas se revoltaram, mas fazer o que não é mesmo? Ossos do ofício.

E agora, eles cancelam a série, que para mim é talvez um dos seus 3 maiores sucessos (junto com House Of Cards e Orange Is The New Black), pouco tempo depois de disponibilizarem sua segunda temporada que deixa um arco GIGANTESCO para continuação (assim como foi em Marco Polo).

E existe um detalhe que deixa tudo mais doloroso ainda: tanto Marco Polo quanto Sense8, tiveram até especiais entre suas temporadas! Ora, se ambas as séries estavam dando prejuízo, porque raios produzir conteúdo extra? Pois não venha me dizer que a temporada 1 de cada 1 série deu lucro e a segunda prejuízo: DU-VI-DO!

lito sense8 gritando

O mínimo, em respeito ao público que MERECE um encerramento, deveria ser mais uma temporada ou pelo menos um extra para fechar os arcos. Mas pelo visto, o máximo que podemos esperar são respostas bonitinhas e inteligentes nas redes sociais.

Dentro disso tudo, ainda quero citar o como a empresa está produzindo um número exacerbado de produções autorais, um número tão grande que está chegando a ser impraticável conhecer todos os títulos. E isso, ao meu ver, está criando 2 problemas:

  1. O desenvolvimento de séries fracas, mas de baixo custo, que a empresa decide criar e fazer ações de marketing massivas para cair nas graças do público. E isso leva ao próximo ponto;
  2. O cancelamento de séries primorosas que, talvez, se outras séries de pouco impacto não fossem produzidas (como o já citado Hemlock Grove e Shadowhunters), o investimento poderia ser melhor empregado nos produtos que demandam mais recursos;

Olha Netflix, eu continuo gostando de você e dos seus produtos, continuo achando uma estupidez os boicotes que tentam fazer a empresa (como Cannes por exemplo), mas está cada vez mai difícil te defender em alguns pontos. Cada vez mais, fica a impressão de que a empresa não está dando a mínima para as pessoas que deram atenção aos seus produtos.

No fim, infelizmente, fico apenas com a sensação de que todo o tipo de ação realizada pela Netflix para tentar se diferenciar das demais, é apenas uma maquiagem para não deixarem tão escancarado (quanto as outras) de que o público é o que menos importa na hora de uma tomada de decisão tal qual, cancelar uma série.

Entre para o nosso grupo no Telegram
Participe de sorteios EXCLUSIVOS colocando seu e-mail abaixo:

Nerd: Carlos AVE César

EXAGERADO! Jogado aos seu pés, eu sou MESMO EXAGERADO! Filho único, egoísta, mimado e mal-humorado. Produtor de Eventos, Engenheiro de QA e butequeiro! Buscando CONHECIMENTO, com cachorro-quente e guaraná. Também sou a personificação da Vingança! Twitter: @ONovoNerd Facebook: http://www.facebook.com/carloscesarcarvalho

Share This Post On