Quais são As Vantagens de Ser Invisível?

Fala Khalasar, beleza?

As Vantagens de Ser Invisível… que tipo de nome é esse? Foi o que me perguntei quando ouvi falar pela primeira vez deste filme.  Aquela velha história de “julgar um livro pela capa”, neste caso, a adaptação pelo título.

E foram preciso 4 anos após seu lançamento para que eu finalmente descobrisse quais são essas vantagens. E no final do filme eu só conseguia me perguntar: por que raios eu demorei tanto tempo para ver isso? Só tem uma coisa que eu senti mais raiva por demorar em experimentar: comida japonesa (28 anos), mas isso é uma outra história.

Eu nem sei dizer direito porque enrolei tanto. Sim, tem o lance que o título não me atraiu muito, mas ele estava há um bom tempo na minha lista da Netflix. “Mas se você não se atraiu, porque você colocou na sua lista?“, você poderia perguntar. A resposta é: eu ouvi tanta gente, mas tanta gente que eu respeito falando bem desse filme, que eu me senti na obrigação de, no mínimo, ver para poder criticar e debater.

E eu estava completamente enganado (ainda bem!). A primeira coisa que preciso comentar é como achei o filme atemporal! Eu demorei uma cara para entender em que época se passava, e isso ressaltou outra qualidade do filme: uma ótima história sobre relacionamentos e interações humanas. Eu mal percebi que não existiam celulares, redes sociais e tudo mais que estamos tão acostumados nos dias de hoje e que geralmente seria a primeira coisa que iríamos sentir falta. Existe sim vida sem tudo isso (viu Carlos?).

THE PERKS OF BEING A WALLFLOWER

Não posso continuar sem falar do trio principal de atores: Logan Lerman, Emma Watson e Ezra Miller (que eu só fui me ligar que era o Flash quando o filme acabou). Eles provam que existe sim uma nova safra de atores monstruosos em ascensão, se entregaram completamente a seus personagens e cada um consegue cativar o telespectador de forma única.

E ainda tem a trilha sonora:  eu constantemente falo que a trilha tem pelo menos metade do impacto que um filme causa nas pessoas. Algumas pessoas não reparam muito nisso, minhas esposa é uma dessas, mas mesmo ela ao terminar teve que dizer que foi um dos poucos que ela realmente sentiu o peso que cada música fazia na trama. E foi através da música, que descobri o ano em que a história se passa (se liga).

Mas enfim, quais são as vantagens de ser invisível? Nenhuma. Como assim? Exatamente o que você leu… não existe vantagem em ser invisível. Ninguém é uma ilha, ninguém pode viver como o exército de um homem só. Mas, infelizmente, existem muito mais pessoas no mundo que se sentem assim… invisíveis, de lado, descartadas, sem importância.

E algumas tem a sorte de encontrar outras que também se sentem da mesma maneira e, nesse encontro, percebem que podem fazer a diferença no mundo, ou pelo menos, no mundo de alguém. A ironia do filme é que a princípio você é levado a crer que Charlie (Lerman) é o invisível da história e então você entende que Patrick e Sam também o são, e toda sua turma de desajustados, mas quando menos espera, percebe que mesmo aquela pessoa mais cultuada da escola também se sente assim, sem alguém que o compreenda de verdade, que o aceite, que o ame.

Seu colega de classe / serviço pode se sentir assim. Seu irmão, seu pai ou sua mãe. Seu melhor amigo. A celebridade que você admira. Não existe uma regra que dita isso. Aliás, são as regras que ditam certas coisas que levam a maioria a se sentir invisível.

Saiba que você não precisa ser a regra, você pode ser a exceção. E que existem muitas exceções por aí.

O filme aborda muitos temas complexos, profundos e preocupantes mas no fim, deixa a mensagem mais bonita possível: não importa o que você tenha passado, ou esteja passando, você não está SÓ: sinta-se INFINITO.

Isto fica feliz em ser útil.

Não esqueça de se inscrever na nossa Mail List colocando seu e-mail abaixo!

Nerd: Carlos AVE César

EXAGERADO! Jogado aos seu pés, eu sou MESMO EXAGERADO! Filho único, egoísta, mimado e mal-humorado. Produtor de Eventos, Engenheiro de QA e butequeiro! Buscando CONHECIMENTO, com cachorro-quente e guaraná. Também sou a personificação da Vingança! Twitter: @ONovoNerd Facebook: http://www.facebook.com/carloscesarcarvalho

Share This Post On