Snes, o console roqueiro!

E A-Ê seus metaleirinhos e suas roquerinhas! Hoje é o dia de bater cabelo (não do jeito da Joelma), dia de fazer aquele mosh caprichado, de deixar a air guitar e a air drum afinada, prepare seu  melhor agudo ou gultural e nos acompanhe nessa lista!

Surgido do Blues e do Country no anos 50, o rock se tornou símbolo de rebeldia na sua época e se tornou um dos gêneros musicais mais escutados e adorados. Hoje em dia o bom e velho Rock compreende inúmeros sub-gêneros, agradando assim a Gregos e Troianos. Com toda essa popularidade facilmente o estilo se assimilou a cultura geek, influenciado assim roupas, filmes, livros e é claro, games. Preparamos aqui uma lista com alguns jogos de Snes com o DNA roqueiro, prepare sua pulseira de spike e LETS ROCK!

 

powerrangers_snes Mighty Morphin Power Rangers: The Movie: Começar com ele é covardia, eu sei, mas não poderia faltar. Apesar da trilha do jogo ser praticamente toda baseada na série, ela é bem adaptada ao console, e os trechos originais são muito bem compostos.

Esse jogo inteiro é muito bom, e na minha humilde opinião é a melhor adaptação dos Rangers para um console, e o som é um dos motivos.

 

 

 

MMX_SnesO que falar de um jogo que seu protagonista iria se chamar “Rockman“, seu cachorro chama-se “Rush“, sua namorada “Roll” e um dos seus inimigos “Bass”. 

Megaman nasceu Rock n’ Roll, seus criadores mesmo admitiram gostar muito do estilo, por isso muito dos personagens fazem homenagem a bandas ou artistas, e Megaman X só levou adiante o legado.

Aproveitando o chip de som do Snes a trilha é sensacional com umas batidas ótimas de Rock e Metal. Se ainda duvida, procure a faixa “Storm Eagle” do jogo e bom proveito.

 

 

 

star_fox

Do a barrel roll” como não lembrar da lendária frase dita por Peppy no jogo e ficou imortalizada. Até o Goggle a homenageou (escreva a frase no campo de busca para ver o que acontece).

O jogo foi muito revolucionário na época por conta dos seus gráficos 3D que muitos julgavam impossível obter. E nada mais justo que uma trilha ótima para fazer jus a tanta tecnologia, StarFox tem um som recheado de teclado, lembrando um Rock industrial progressivo com bastante peso e partes bem animadas e épicas, para nos engajar nas batalhas estelares!

 

 

 

Castlevania_-_Dracula_X_-_01Die monster. You don’t belong in this world! 

Tá, essa frase não é do Castlevania: Dracula X, mas eu sempre quis usá-la! Dracula X é um clássico e muito por conta da sua trilha sensacional, muito mais gótico que os outros jogos, ela mistura uma pegada bem acelerada com um piano melancólico, quase um mix de Rhapsody of Fire e Nightwish.

Consegue deixar o jogador bem no clima de estar nas masmorras de um castelo à caminho de matar um demônio ancestral

 

 

 

FZero_SnesGames de corrida geralmente tem uma trilha boa e empolgante, isso se faz necessário, afinal a sensação de velocidade dos jogos da época vinha dela, e F-Zero faz isso majestosamente.

A trilha varia a cada pista e busca adaptar o tema e uma que precisa ser citada aqui é o tema de “Mute City“. A sensação de velocidade é totalmente passada e você se sente no controle de uma máquina daquelas a mais de 300km/h sob as luzes atordoantes da cidade.

 

 

 

 

biker-mice-from-mars-snes

Como fazer um desenho/jogo de 3 ratos motoqueiros de Marte e escolher uma trilha que não seja Rock n’ Roll?

Biker Mice From Mars é um dos meus jogos preferidos de Snes (era daqueles que eu fazia questão de alugar na sexta para poder passar o final de semana inteiro jogando). Foi lançado em 1994 (um ano após o lançamento do desenho) e tem a visão isométrica, que para ser sincero gerava um bug mental de começo, mas você acostumava.

As músicas do jogo são todas originais e muito bem compostas, variando do rock clássico para um metal mais pesado, realmente muito bom. Recomendo a trilha do desenho original, rock do bom.

 

Rock_N'_Roll_Racing LET THE CARNAGE BEGIN! Não tinha como deixar o soberano jogo roqueiro de fora.

Rock n’ Roll RACING é uma grande homenagem ao rock, sua trilha nada mais é que versões de hinos do estilo, como Bad to the Bone, Paranoid, Born to be Wild entre outras.

É impossível não se empolgar jogando, é até perigoso você se distrair com a trilha e ir parar fora da pista, outra coisa marcante do jogo é o narrador com suas frases de impacto. Uma obra prima em todos os quesitos!

 

 

 

 

 

Essa é a minha pequena e humilde lista para celebrar o rock nos games, apenas lembrando que escolhi o Snes pois ele foi o primeiro console caseiro que tive, então tenho mais familiaridade com os jogos. Conhece outros jogos do Snes ou de outros consoles tão Rock n’ Roll quanto esses? Deixe aí nos comentários!

 

Nerd: Leandro

Padawan de jornalista, 25 primaveras e acredita que todas as Tekpix são na verdade Decepticons à espera de uma ordem da Skynet para acabar conosco!

Share This Post On